A enorme responsabilidade do futuro governo

Após uma das eleições mais polarizadas da história do Brasil, no dia 30 de outubro, foram definidos nossos representantes para os próximos quatro anos.

O mandato do futuro governo que se inicia em janeiro de 2023 já começa com uma série de questionamentos quanto à forma como serão tratadas as contas públicas. Esse, com certeza, é um ponto crucial e bastante desafiador.

Cuidar das contas é fundamental, pois é desta forma que se cuida do país e da população.

Não respeitar o teto de gastos nem ter responsabilidade com o equilíbrio das contas certamente vai levar o Brasil a mais um período de dificuldades, recessão, inflação alta e pouco desenvolvimento econômico.

É como na vida de cada um de nós!

Se não cuidamos e equilibramos nossos gastos com o que ganhamos, os problemas aparecem, nos endividamos e a dificuldade e o tempo necessário para acertar as contas são sempre muito grandes, mesmo que sejamos disciplinados e controlados.

Temos, como cidadãos e sociedade, a responsabilidade de fiscalizar muito e não permitir que o Brasil seja prejudicado por iniciativas populistas, que só tenham foco no curto prazo, com o intuito de cumprir promessas exageradas de campanha.

Devemos impedir qualquer iniciativa que leve o país ao desajuste de suas contas e que gere, como consequência, ainda mais prejuízos à população.

O governo tem sua responsabilidade, mas nós temos uma ainda maior, que é cobrar e estar atentos a todas as decisões e políticas públicas que possam impactar nossa sociedade.

Vamos torcer para que o Brasil seja governado com responsabilidade para crescermos com sustentabilidade!

Marcelo Cenacchi

Mais um grupo de jovens conclui o Projeto Formar

O Projeto Formar é uma prova de que iniciativas sociais de empresas, quando bem fundamentadas, podem ter um impacto muito positivo na vida das pessoas beneficiadas. Há anos temos acompanhado os bons resultados dessa iniciativa da Renner Sayerlack, que contempla jovens indicados pelos colaboradores, que podem ser seus filhos, familiares ou até mesmo amigos. A motivação da empresa está na oportunidade de desenvolver e capacitar esses jovens para o primeiro emprego, que pode ser até mesmo na empresa, como um futuro colaborador.

Após uma pausa de dois anos por conta da pandemia, o Projeto Formar foi retomado no segundo semestre deste ano. Como sempre, as inscrições foram preenchidas rapidamente e a nova turma de 41 alunos participou de duas aulas semanais, passando por todas as etapas do programa com comprometimento e bastante interesse nas tarefas propostas pelos consultores e colaboradores da Renner Sayerlack.

Alguns dos formandos com os profissionais da empresa que participaram do Projeto Formar neste ano

A cerimônia de formatura foi realizada em 25 de novembro, no auditório da empresa, com a participação dos pais dos jovens, os colaboradores que fizeram parte do Projeto Formar e os diretores da empresa.

O grande diferencial do evento foi a apresentação que os próprios formandos fizeram sobre o funcionamento do Formar, destacando o quanto aprenderam no decorrer dos encontros e a importância dessa experiência para suas vidas e seu futuro profissional.

#TBT dos últimos eventos

Comemoração para nossas crianças

Confira as fotos do nosso passeio de Dia das Crianças no espaço Carpe Diem, em Jundiaí, que contou com 57 crianças que participaram de diversas atividades, como futebol de sabão, piscina, parquinho, carrinho de rolimã, trilha, caça aos dinossauros, jogos de equipe, escorrega e muito mais.

Encontro de mulheres no Outubro Rosa

Todas as colaboradoras e prestadoras de serviços da empresa foram convidadas no mês de outubro para um café da manhã especial com a Dra. Nathália Palandri. Durante o encontro, a médica falou sobre o câncer de mama e de outros temas importantes sobre a saúde da mulher.

Nossos especialistas do LAN – Laboratório de Análises

A equipe do LAN: a partir da esq., Arnaldo Martins Gomes, Carlos Alberto Thomaz e Mirian Maria Del Compare

Controlar a qualidade e as especificações de todas as matérias-primas e embalagens utilizadas em nossa fábrica é a missão do Laboratório de Análises, setor supervisionado por Carlos Alberto Thomaz. Ele começou sua trajetória na empresa como auxiliar de Laboratório há 40 anos, e de lá para cá veio se aperfeiçoando e adquirindo novos conhecimentos. Hoje, lidera uma equipe bastante comprometida e responsável, formada pelos profissionais Arnaldo Martins Gomes e Mirian Maria Del Compare.

Entre as atividades do LAN estão o desenvolvimento de novos fornecedores e a determinação das normas de controle de matérias-primas e embalagens, para manter a padronização e as especificações técnicas, garantindo assim a qualidade dos materiais recebidos. “Nós elaboramos as metodologias de análise para o desenvolvimento e controle desses materiais, fazemos o monitoramento estatístico dos fornecedores por meio do Índice de Qualidade do Fornecedor e damos suporte técnico ao SRT na elaboração das FISPQs das nossas matérias-primas”, diz Carlos Alberto.

A sustentabilidade é um ponto importante da atuação da Renner Sayerlack e o LAN também trabalha para garantir que a empresa alcance suas metas nessa área, dedicando-se a avaliar métodos analíticos, otimizando o número de testes por matérias-primas, obtendo a redução nos custos das análises e viabilizando o desenvolvendo de matérias-primas provenientes de fontes renováveis.

E o supervisor conclui: “O que eu mais gosto em meu trabalho é o contato com as outras áreas, pois trocamos informações técnicas e compartilhamos experiências e sugestões de melhorias. Isso possibilita um aprendizado que nos leva a crescer profissionalmente e a expandir nossas ideias”.

Nossos especialistas em Resinas do LPD-R

Colaboradores do LPD-R: a partir da esquerda, Rodolfo Aranha, Carla Rafaela e Sandro Cunha

A resina é o “coração” de nossas tintas, pois é ela que fornece as qualidades especiais que diferenciam nossos produtos – como durabilidade, flexibilidade e secagem – e atende todas as expectativas dos clientes, possibilitando que eles acompanhem as tendências e inovações do mercado global.

Para nos mantermos em posição de destaque em nosso mercado, investimos fortemente em inovação, atuando principalmente com o Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Resinas (LPD-R), setor responsável por desenvolver e otimizar fórmulas e processos de resinas para o SPR.

O LPD-R é composto por três colaboradores que atuam com forte sinergia entre si e com outras equipes da empresa. Questionados sobre o que mais gostam do dia a dia no setor, os colaboradores são unânimes: ver a transformação acontecer diante de seus olhos. Segundo a equipe, para formular polímeros é preciso gostar muito de cálculo e se preparar para as frustrações, pois nem tudo que é planejado e calculado dá certo na prática. E são esses desafios que os estimulam a estudar ainda mais e a entender a composição, as propriedades e as transformações proporcionadas pela química.

O setor responde diretamente à Isabella Marini, diretora técnica, que ressalta a importância do LPD-R dentro da estratégia de negócios da empresa. “Nesse setor são desenvolvidas as resinas que utilizamos nas formulações de nossas tintas e vernizes, conferindo as principais características dos produtos, como secagem, brilho etc. No LPD-R conseguimos ‘desenhar’ o polímero, fazendo com que os nossos produtos sejam únicos e tenham ótimo desempenho”, afirma ela.