Mais do que nunca, J U N T O S

Nunca antes um ano foi tão desafiador e incerto como 2020. A palavra reinvenção definitivamente será a marca deste que tem sido um ano cheio de surpresas. E as próximas gerações vão se lembrar de nós como aqueles que conseguiram superar as adversidades impostas por um inimigo invisível.

Estamos nos reinventando e encontrando maneiras novas de aprender e trabalhar, transformando as incertezas e desafios em novas oportunidades, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

Aqui na Renner Sayerlack, graças à nossa estrutura e saúde financeira, fomos capazes de suportar e ultrapassar o período mais difícil da pandemia, mantendo todos os colaboradores seguros com os protocolos de saúde que implementamos rapidamente e também fazendo uso consciente das Medidas Provisórias disponibilizadas pelo governo. Assim, conseguimos manter os empregos, com um impacto financeiro mínimo na remuneração de nosso pessoal.

Com uma estratégia de gestão ágil e eficiente, realizamos diversas adaptações para atender às novas demandas de mercado, em tempo recorde. E, com muito orgulho e alegria, reforço que estamos chegando ao fim deste ano complicado mantendo nosso alto nível de excelência no atendimento aos clientes.

Iniciamos agora uma nova fase, em que todos precisam ter consciência da necessidade de se cuidar e, paralelamente, tentar seguir o ritmo normal da vida sem deixar de lado os protocolos de segurança em todas as suas atividades.

Infelizmente, ainda não estamos livres do vírus, por isso devemos nos manter alertas e atentos o tempo todo. E, como uma empresa responsável e ciente da importância da saúde de nossos colaboradores, este ano não realizaremos a nossa tradicional festa de encerramento do ano.

Mas nem por isso estaremos distantes de vocês! Afinal, tudo o que conseguimos realizar neste difícil ano não seria possível sem nosso time incrível de colaboradores, que jamais se deixou desanimar e continua, dia a dia, comprometido e engajado com o sucesso de nossa empresa.

Agradeço a todos e garanto que, mais do que nunca, vamos terminar 2020 J U N T O S.        

Marcelo Cenacchi