Trabalho decente e crescimento econômico – ODS 8

Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos fazem parte do 8º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Antes de fazer parte da agenda mundial definida durante a Cúpula das Nações Unidas, que estabeleceu metas para que as empresas pudessem se tornar efetivamente mais sustentáveis, esse ODS já fazia parte da estratégia de negócios da Renner Sayerlack.

Sempre reconhecemos o valor de nossos colaboradores e, por isso, os remuneramos de forma justa, além de disponibilizar diversos benefícios, que inclusive superam os oferecidos por outras empresas da região.

Para garantir salários justos e equilibrados com o mercado, realizamos periodicamente pesquisas salariais. Os salários da empresa são pagos em dois momentos do mês, sendo 40% do valor antecipado na primeira quinzena e os demais 60% pagos dentro do próprio mês, com os respectivos descontos e adicionais determinados pela legislação trabalhista.

Realizamos também a divisão de lucros da empresa, com o pagamento anual da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) a todos os colaboradores.

Além disso, apoiamos os colaboradores em situações especiais, realizando empréstimos sem fins lucrativos. O empréstimo concedido é de até 50% do salário, e pode ser solicitado após um ano de contrato, em casos de luto, casamento, nascimento ou calamidades. O valor concedido será descontado em três vezes na folha de pagamento, desde que a parcela de desconto não ultrapasse 30% do salário líquido.

Através de parcerias com instituições financeiras, promovemos a orientação financeira e até a possibilidade de contratação de crédito consignado com taxas competitivas, o que também representa um apoio em momentos de necessidade.

Ainda incentivamos promoções e transferências para outros setores. Temos como cultura a identificação de talentos internos e proporcionamos oportunidades de desenvolvimento profissional. Tão logo é aberta uma vaga, iniciamos um processo interno de pesquisa e seleção, identificando aqueles que possuem a formação e o potencial necessários para assumir o cargo. Isso explica o grande número de colaboradores que estão na empresa há 10, 20, 30 e até 40 anos.

Nova turma do Projeto Formar

O Projeto Formar, uma das iniciativas de responsabilidade social da Renner Sayerlack, dedicada a oferecer ferramentas para que jovens possam dar seus primeiros passos na vida profissional, foi retomado com mais uma turma com 41 alunos indicados pelos nossos colaboradores.

O primeiro encontro aconteceu em 27 de julho e, ao longo do segundo semestre, os jovens participarão de várias oficinas, com metodologias ativas visando oferecer aulas dinâmicas e interativas.

Os encontros acontecem duas vezes por semana, sempre às quartas e sextas-feiras, das 14h30 às 17h30, sendo de extrema importância a frequência nos encontros para aproveitamento de todos os conteúdos, fundamentais para o aprendizado.

Confira os temas das aulas deste semestre.

  • Desenvolvimento pessoal
  • Gestão administrativa
  • Meio ambiente
  • Nova economia
  • Novas competências pessoais
  • Cores e inovação
  • Marketing
  • Economia e carreira
  • Sustentabilidade e educação ambiental
  • Indústria 4.0

Além desse rico conteúdo, os alunos do Projeto Formar ainda contam com aulas de musicalização e terão a oportunidade de participar de um encontro especial com nosso diretor geral, Marcelo Cenacchi, que compartilhará informações sobre o ambiente de negócios.

ODS 6 – Água Potável e Saneamento

Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos até o ano de 2030 e alcançar o acesso universal e equitativo a água potável e segura para todos. É o que busca o 6º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável da ONU, agenda mundial criada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, realizada em setembro de 2015. Ao todo, são 17 objetivos e 169 metas que a ONU sugere para que as empresas norteiem até 2030 suas estratégias de responsabilidade socioambiental.

Com uma longa trajetória de compromisso social e ambiental, a Renner Sayerlack desenvolve ações nessas áreas há muitos anos, antes mesmo dos objetivos da ONU serem criados.

Um exemplo é o foco que temos no ODS 6, uma vez que sempre nos preocupamos com o uso racional da água potável. Tanto que fomos a primeira empresa de Cajamar a ter uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE). Implantada em 1998, nossa ETE trata todo o efluente doméstico e industrial gerado em nossas instalações. Além disso, monitoramos mensalmente todo o consumo de água e realizamos campanhas educativas para informar os colaboradores sobre a importância do uso consciente da água, recurso natural fundamental à vida.

Parte da água tratada em nossa ETE é usada para regar os jardins da empresa e para abastecer o reservatório destinado exclusivamente ao sistema combate a incêndios, que tem capacidade de 1 milhão de litros de água. Já o volume excedente retorna para o Ribeirão dos Cristais, rio localizado atrás da empresa. Com isso a Renner Sayerlack contribui para a qualidade da água da região, já que ela volta ao meio ambiente volta totalmente limpa.

O lodo gerado nesse processo é enviado para uma empresa que faz a compostagem – processo biológico, natural e controlado, capaz de bioestabilizar a matéria orgânica com a ocorrência de altas temperaturas, que resulta na transformação de resíduos antes indesejados em novos ativos de qualidade e valor ambiental, destinados a agricultura e paisagismo.

Nós conseguimos tratar 100% de nossos efluentes. E você, também está usando a água com consciência?

De olho no futuro dos jovens

Investir na formação técnica e de qualidade é um dos principais caminhos que levam ao sucesso profissional. Reconhecendo isso, a Renner Sayerlack mantém seu Programa de Aprendizagem, que oferece a jovens seu primeiro emprego com salário e registro em carteira, além de fornecer capacitação técnica e profissional de qualidade, sem custo algum para o aprendiz.

O programa, realizado pela Renner Sayerlack, é desenvolvido em parceria com o SENAI, que responde pela oferta de cursos como Mecânica de Usinagem, Eletricista Eletroeletrônico, Eletricista Industrial e Técnico em Eletrônica.

No mês de julho, a empresa admitiu 15 novos aprendizes, dos quais 14 irão estudar no SENAI de Santana de Parnaíba (SP) e 1 no SENAI de Caxias do Sul (RS). O processo seletivo para o preenchimento das vagas se inicia pela indicação de participantes pelos colaboradores, que passam então por uma seleção realizada pelo SENAI, que leva em conta as notas escolares. A partir dos resultados, a empresa escolhe os melhores colocados.

Por dois anos, tempo de duração do programa, o jovem receberá um salário para estudar e terá registro em carteira, com direito ao recolhimento do FGTS e do INSS, vale-transporte e seguro de vida. O curso de formação técnica tem duração de quatro horas por dia e os jovens recebem informação teórica e prática, tudo com o acompanhamento do SENAI.

“Ao longo de tantos anos contratando aprendizes, sentimos imensa satisfação ao conversar com eles após o término do contrato e perceber que todos elogiam a metodologia de ensino, a escola, os professores, o curso e o contrato com a Renner Sayerlack”, comenta Alessandra Stephanin de Carvalho, gestora da área de Recursos Humanos.

Atualmente a empresa tem 20 contratos de aprendizagem em vigor, contando com:

  • 14 aprendizes em Cajamar;
  • 1 aprendiz na Filial Arapongas;
  • 1 aprendiz na Filial Caxias do Sul;
  • 1 aprendiz na Filial Ubá;
  • 1 aprendiz na Filial São Bento (em contratação).

FIQUE ATENTO – O próximo processo seletivo para novas contratações de aprendizes para Cajamar será realizado em meados de 2024.

Patrocínio ao Projeto Viva a Viola

Por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, a Renner Sayerlack foi uma das patrocinadoras do Projeto Viva a Viola, da Orquestra Paulistana de Viola Caipira, que é composta por 30 violeiros e regida pelo maestro Rui Torneze.

O espetáculo aconteceu no dia 16 de julho, no Complexo Fepasa, na cidade de Jundiaí. Com ampla divulgação e excelente organização, a apresentação atraiu centenas de pessoas que puderam contemplar a orquestra e seu repertório bastante diversificado, que vai da tradicional música caipira de raiz até a música erudita, passando pela MPB, new age e world music, o que faz com que suas apresentações agradem a todos os públicos.

Apresentação da Orquestra Paulistana de Viola Caipira

Quem compareceu ao espetáculo pôde contribuir com o Grendacc – Grupo em Defesa da Criança com Câncer, com doações através de QR Codes distribuídos pelo local.

A divulgação contou com uma reportagem no jornal de Jundiaí, no site da prefeitura e em mídias sociais, além do espetáculo ter sido transmitido ao vivo pelo YouTube.